Minimalistas: saiba como conquistar esses teimosos espécimes - Por Isabela Fontana - MarkEsalq

MarkEsalq - Marketing e gestão em alimentos e agronegócios

MarkEsalq - Marketing e gestão em alimentos e agronegócios

Blog

Minimalistas: saiba como conquistar esses teimosos espécimes – Por Isabela Fontana

Uma tendência que vem ganhando bastante atenção nos últimos tempos é o chamado minimalismo. Considerado um estilo de vida por seus seguidores, o minimalismo prega a eliminação dos excessos e priorização do que realmente é importante para cada um, levando como slogan a frase ”menos é mais”. É caracterizado pela da diminuição do consumo dos bens materiais e liberação de espaço físico nos ambientes. Muitas empresas consideram o crescimento do movimento e de seus adeptos, os minimalistas, como uma forte ameaça ao seu futuro.

O grupo dos minimalistas possui um amplo perfil de integrantes. Entretanto, os que se intitulam assim possuem, em sua maioria, condição financeira relativamente elevada, e boa parte afirma já ter sido bastante consumista. Uma observação importante é que existem vários tipos de minimalistas, dos menos aos mais radicais, e seus gastos se alocam de acordo com o que consideram importante. Portanto, não existem regras, o que vamos citar aqui são apenas observações gerais.

Os lares dos minimalistas costumam ter poucos móveis e objetos de decoração, predominando cores claras. Se tem uma coisa que os minimalistas amam de paixão, em suas casas, são os móveis multifuncionais, dobráveis ou com compartimentos secretos que escondam qualquer resquício de bagunça que possa estar jogado por algum canto.

A palavra multifuncional sozinha já costuma causar um aumento na frequência cardíaca do minimalista, ao pensar que apenas um bem possa suprir as necessidades que tradicionalmente requiririam mais bens.

 

Portanto, para conquistar esse público, as empresas de móveis, eletrodomésticos, aparelhos eletrônicos, utensílios de cozinha e limpeza, entre outras, devem pensar em possibilidades de se inventar e diversificar produtos ‘’2 em 1’’, ‘’3 em 1’’ ou até mais. Esses desafios podem ser explorados através do design thinking. Mas afinal de contas, o que é design thinking?

 

Quanto ao modo de se vestir, os minimaslistas  tendem a ter poucas peças de roupa, a grande maioria de cores neutras e que combinam entre si. Essa característica fica ainda mais evidente com relação aos sapatos, bolsas e acessórios.

Para compensar a baixa quantidade, procuram adquirir peças de alta qualidade e durabilidade. Sendo assim, empresas do setor de moda que desejam atingir este público devem investir na qualidade de seus produtos e saber comunicar isso da forma correta. Outro ponto que eles costumam levar em consideração é a questão da sustentabilidade, especialmente ambiental. Essa questão de saber comunicar o valor da marca não é importante apenas para as empresas de vestuário, mas de todos os setores.

Até mesmo na alimentação, os minimalistas conseguem aplicar seus princípios, eliminando os desperdícios e reduzindo consideravelmente o hábito de ‘’comer com os olhos’’.

Mas você deve estar se perguntando: com o que os minimalistas gastam o que ganham???? Bem, como são muito conscientes com seus gastos, às vezes até demais, é muito difícil encontrar por aí algum minimalista endividado. Apesar disso, não costumam ser aquelas pessoas extremamente muquiranas, que pensam que vão levar o dinheiro pro caixão quando morrerem.

Pelo contrário, os minimalistas adoram gastar seu dinheiro em experiências. Viajar, explorar o mundo, ir aos shows dos seus artistas favoritos, torcer presencialmente pelo Brasil nos jogos da copa do mundo… e até mesmo investir naquele bem material que deseja tanto e não conseguiria guardar dinheiro se gastasse muito com outras coisas que, para eles, não são tão importantes. Por isso, é um erro considerá-los como inimigos do desenvolvimento de estratégias de marketing e do crescimento das empresas.

 

Para organizações dos setores de turismo e lazer, os minimalistas são um prato cheio, pois fazem com que a fatia da população que consome esse tipo de serviço aumente muito, tanto em quantidade de pessoas quanto na frequência de consumo. Os minimalistas se reproduzem à medida que, outras pessoas observam a vida leve e divertida que levam, em comparação às suas próprias, que se resume a pagar boletos.

Sou Isabela Fontana Silva, graduanda em administração pela ESALQ/USP e criadora de conteúdo do grupo MarkEsalq.
19 99195 4375 | isabela.fontana.silva@usp.br
Compartilhe:

Converse conosco!

Nós vamos ajudar sua empresa a alcançar resultados!


Endereço

Avenida Pádua Dias, 11 - Agronomia, Piracicaba - SP, 13418-900

Telefone

+55 (19) 3429-4444 / Ramal 8728

Email

contato@markesalq.com.br


Instagram


SIGA-NOS!